• Existe um tempo ideal para permanecer na mesma empresa?

    22 abr 2015
  • Muitas vezes nos perguntamos se existe um tempo ideal para ficarmos em uma empresa ou quando devemos deixá-la por novos desafios? Como decidir esse dilema?

    Você pode ficar 8, 18, 48 ou 72 meses na mesma organização, o que realmente fará a diferença é a forma como irá vivenciar e aproveitar os desafios recebidos. Então, para ajudar na sua decisão, que tal refletir se:

    - Está realizando a mesma tarefa há muito tempo?
    - Sente que já adquiriu todo o conhecimento possível na tarefa que vem desempenhando?
    - Existe a opção de receber novos desafios ainda dentro da mesma área?

    Se você respondeu sim a alguma das perguntas acima, que tal:

    - Verificar se a empresa oferece oportunidade de troca de tarefas na sua área?
    - Checar com seu atual gestor se existe possibilidade de conhecer novas funções dentro da mesma área?
    - Conversar com profissionais e colegas de outras áreas para verificar o interesse e possibilidade de um “job rotation” (troca entre áreas por um período determinado)? Mas para isto, vale envolver seu chefe, combinado?

    Pensando que respondeu sim novamente a uma dessas outras perguntas, ainda assim, você se sente motivado a trocar de empresa?

    Então, vale pensar nos motivos que estão fazendo seu cérebro ferver com esta ideia!

    - Tenho um relacionamento pouco amistoso com algum colega de equipe que vem me impedindo de sentir satisfação no trabalho?
    - Sinto que minhas atividades agregam conhecimento profissional e pessoal quando penso em minha carreira no futuro?
    - A empresa que atuo hoje me inspira por seus valores e forma de atuação?
    - Admiro meu gestor e colegas de trabalho?
    - Tenho orgulho dos produtos que a empresa coloca no mercado?

    Essas são perguntas que, se respondidas com um NÃO, podem ajudá-lo a pensar qual o tempo ideal para procurar uma nova oportunidade e desafio.

    Decidiu se dar uma nova chance? Buscar novos desafios? Vá em frente! Só não esqueça de observar os pontos abaixo:

    - Estou deixando as portas abertas para um dia voltar?
    - Deixo bons resultados entregues quando penso na qualidade dos trabalhos que executei?
    - Fiz diferença durante o tempo em que fiquei naquela área ou empresa?

    Todas estas perguntas não devem ser respondidas apenas por você individualmente, uma vez que somos tendenciosos nas nossas respostas. Vale questionar também colegas e chefes, afinal, nem sempre temos uma visão crítica e realista da nossa atuação e entrega. Por isso falamos tanto de feedback dentro das organizações, mas este é assunto para outro dia…

    Também é importante cuidar para que a sua decisão não seja tomada única e exclusivamente com base em:

    - Remuneração;
    - Dificuldade de relacionamento com chefe ou colegas;
    - Comparação e disputa salarial.

    Conclusão, não existe um tempo ideal para ficar na empresa, mas vale checar quais os motivos que estão fazendo o prazo de validade expirar!

    Lembre-se que muitas vezes nosso tempo não é o tempo do mercado e nem da empresa. Reflita com calma!  Troque e compartilhe com colegas e profissionais mais maduros e experientes. E não esqueça, esta decisão só pode ser tomada por você!

    Boa Sorte!

    por Viviane Camerlingo 
    Consultora de Processos Seletivos da Cia de Talentos

  • Compartilhe:
    Tags: